Quem faz

Minha formação

Oi, eu sou a Gya.

Nasci Regina Rosendo e  vivo entre tecidos, tesouras e agulhas desde a mais tenra infância. Aprendi os primeiro pontos com a minha avó costureira e com 13 anos de idade fiz meu primeiro curso de corte e costura. Outros cursos de modelagem e costura se seguiram ao longo dos anos,  com modelagem e confecção de linha fitness, lingerie, moda praia e algumas técnicas de moulage e alta costura.
Levando em conta que uma imagem vale mais do que mil palavras, foi a vez de fazer Desenho de Moda e Figurino no Senac Rio. Mais tarde, cursei o técnico em Estilismo no Senac e fiz pós graduação em Figurino e Carnaval na Universidade Veiga de Almeida,

Minha paixão

Sou apaixonada por figurino e dança do ventre – que estudo há mais de uma década. Gosto de desenvolver e confeccionar figurinos criativos e personalizados. Valorizo o respeito à forma feminina e a individualidade de cada cliente na realização de seu sonho.
Desenvolvo um trabalho autoral, onde procuro captar os desejos e necessidades da cliente e adaptar o figurino ao seu gosto pessoal.
Adoro quando aparece alguém com uma ideia inusitada. É a oportunidade perfeita para criar, junto com a cliente, um figurino que a ajude a expressar sua alma através da dança.

No que acredito

Acredito que um figurino para dança do ventre deve ser uma expressão da personalidade da dançarina, respeitando suas formas e se adequando à dança e  evento a que se propõe.
Acredito que tudo pode, desde que seja intencional. Vale a mistura de materiais e estilos, vale o incomum e inusitado. O que vai direcionar essa escolha são a intenção e o conceito – esses não podem faltar. O estilo pessoal deve prevalecer acima de qualquer modismo.
Um bom figurino deve ter alma. Também deve ser confortável e  ergonômico para não limitar movimentos e, ao mesmo tempo, deve ajudar  a dançarina a expressar sua arte  e a se sentir mais confiante.

Minha missão

Minha missão é transformar seu sonho de figurino em realidade, ajudando você  a  desenvolver seu estilo pessoal e ser quem você quiser ser  em sua dança.
Afinal de contas, dançar é tudo de bom.

Quer saber como faço seu figurino? Veja  em Como é feito o seu figurino de dança do ventre